Você pode fazer a diferença!

Home » Histórias de Transplantados » Rodrigo Machado: da leucemia para as Olimpíadas

Rodrigo Machado: da leucemia para as Olimpíadas

Meu nome é Rodrigo e quando adolescente fui atleta de natação e já na fase adulta, sempre gostei muito de assistir e praticar todos os esportes por lazer e diversão. Em 2012 com 40 anos de idade, praticava “corrida de rua”, o esporte mais democrático de todos e estava tão entusiasmado que participei da São Silvestre e uma Meia Maratona, mas meses depois, fui diagnosticado com Leucemia Mieloide Aguda. Após 3 ciclos de quimioterapias e a notícia da minha única irmã como compatível doadora, fui submetido ao transplante alogênico de medula óssea em 2013.

Durante todo o tratamento, pré e pós transplante praticava exercícios mais leves e quando totalmente recuperado e liberado, voltei às atividades físicas habituais e a vida normal. Entretanto, no início de 2016, tive uma recaída como derivação da doença base diagnosticada como Sarcoma Granulocítico, novamente internado e tratamento quimioterápico por 3 meses ininterruptos.

Em fevereiro de 2017, através da Patricia Fonseca, descobri sobre os Jogos e o que era mera especulação e algo inimaginável, começou a se tornar possível no mês de Abril e, ainda em tratamento, fui autorizado pela minha médica a iniciar os treinos para participar das Olimpíadas dos Transplantados. Assim, após 1 ano de alta hospitalar, com 44 anos de idade, com aproximadamente 2 meses para treinar forte, o meu principal objetivo é representar nos Jogos Mundiais, todos os transplantados de medula óssea e demais órgãos, além dos pacientes com qualquer tipo de câncer.

Apesar de estar uns 7 anos longe das piscinas e com apenas 9 semanas para treinos até os Jogos, competirei na Natação nos dias 28 e 29 de Junho, nas provas de 50m e 100m Costas, 100m e 200m Livre e 200m Medley.

#superação #transplantedemedula #transplanteehvida #esporte #olimpiadas #sejaumdoador #redome

ps- na foto junto com o Rodrigo está a atleta Patricia Fonseca transplantada de coração.

3 Responsesso far.

  1. Sandra Flores disse:

    Rodrigo, acabei de assistir você no programa ” Encontros” da Fátima Bernardes… você é um exemplo de superação e fé. Parabéns pelo teu depoimento e exemplo!!!
    Obrigada por compartilhar teus feitos, com certeza ajudará a muitos a superar seus problemas e doenças. Para Deus TUDO É POSSIVEL…

  2. roseane santos disse:

    Gostaria de ter o contato do Rodrigo para uma entrevista na revista Rede Câncer. Sou repórter e meu e-mail é roseanesantos2006@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *