Você pode fazer a diferença!

Home » Histórias de Transplantados » Guerreiras da Cardiopatia Congênita – Por Patricia Fonseca

Guerreiras da Cardiopatia Congênita – Por Patricia Fonseca

Hoje além do dia dos namorados é também Dia Mundial de Conscientização da Cardiopatia Congênita. E já que todo mundo está falando de amor, tem amor maior que amor de mãe?

Cardiopatia congênita significa em termos leigos que você já nasceu com problema de coração. Foi assim que aprendi. Antes de eu descobrir que tinha problema de coração minha mãe descobriu que seu bebê tinha problema de coração. E lutou por mim.

Era ela que me dava remédios quando criança. Ela que esperava nas longas filas para sermos atendidas na consulta. Ela que me levava nos exames. Ela que me mandava não pular ou sair da piscina quando a boca estava roxa. Boca roxa em casa nem de frio podia ter. Era trauma. rs

Aprendemos juntas a comer sem sal. Aprendemos juntas a contar o líquido que eu bebia. E ela se virava nos 30 literalmente para inventar algo para a menina inapetente comer. Não tinha fome. Nunca tive.

Descobri que lidamos com a doença da forma como nossos pais lidam com a doença. Minha mãe NUNCA reclamou. Aliás em casa nunca usamos a palavra “doença”, era “problema de coração”. Um probleminha básico.

A verdade é que se para eles não parece um peso, a gente não se sente um peso. Se eles tem fé que um dia a medicina vai inventar uma saída, nós temos fé que um dia vamos melhorar.

Toda nossa luta valeu a pena, a medicina realmente nos surpreendeu. Depois de 30 anos de cardiopatia congênita e diversas limitações eu renasci com um transplante de coração. Minha mãe me viu bem, me viu comer com vontade e fazer exercícios físicos sem cansar! Um sonho!!!

Se você tem cardiopatia congênita, ou qualquer outra patologia congênita, todo meu orgulho, eu sei o que você passa! E somos ninjas da superação a cada desafio!

Se você tem filhos com cardiopatia congênita ou qualquer outra patologia congênita, todo respeito e admiração!!! Eu sei também o que você passa e se seu filho está vivo é porque você lutou e luta por ele!!

Muita gente me diz que se admira com a minha força. Meus amigos… é que vocês não conheceram a minha MÃE! ; D

Que hoje possamos celebrar muito mais que os desafios e superações da Cardiopatia Congênita, mas esses corações que são tão amados e sobrevivem de doses de Amor!

Se eu estou viva, devo TUDO à ela! 💗👱🏻‍♀️👧🏼🌟

#amor #cardiopatiacongenita #coracao #cardiologia #transplante#soudoadororg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *