Você pode fazer a diferença!

Home » Histórias de Transplantados » Doação em vida gera uma nova triatleta – Por Débora Reichert

Doação em vida gera uma nova triatleta – Por Débora Reichert

 

Meu nome é Débora Reichert, tenho 32 anos e sou transplantada de rim.

Há 8 anos fui diagnosticada com Síndrome de Alport, uma doença rara que provoca a perda progressiva da função renal e auditiva. Os exames apontaram que os rins estavam com apenas 30% da capacidade de funcionamento. Como não havia nenhum tratamento para a doença, e alguns outros exames foram alterando como consequência, passei para uma alimentação extremante restritiva. Aos poucos fui perdendo a força física, deixando de fazer coisas comuns no dia a dia, como amarrar os cabelos. Tudo era cansativo, mas em nenhum momento perdi a fé e a esperança de que algo melhor estava por vir.
 
No final de 2014 eu fui abençoada com um transplante de rim, e digo que fui abençoada não somente por ter transplantado, mas por ter uma pessoa muito especial na minha vida que fez com que isso se tornasse possível. Minha prima Angela doou um de seus rins pra mim.
 
 
Estávamos tão empolgadas, e tão positivas de que tudo daria muito certo que em apenas 3 dias já estávamos voltando do hospital para casa. Meu rim novinho estava funcionando muito bem!!!
 
Eu não esperava que alguns anos depois eu seria agraciada com uma oportunidade incrível: a de ser atleta! Hoje faço parte do Time Brasil Atletas Transplantados. Participei recentemente dos Jogos Latinoamericanos para transplantados em Salta na Argentina e voltei de lá com 3 medalhas: Prata no ciclismo, prata na natação e ouro no triatlon.
 
E eu estou como? Feliz da vida, por todas as oportunidades que apareceram na minha vida, pelas pessoas que conheci, pelas amizades que fortaleci, e por ter inserido o esporte na minha vida de maneira consciente e saudável.
 
Para quem está na fila esperando por um órgão, meus desejos de que elas possam ter uma nova chance assim como eu tive.
 
Eu já me declarei para a minha família como doadora de órgãos, e você?
 
#transplantederim #doacaoemvida #superação #qualidadedevida #esporte #soudoadororg
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *