Você pode fazer a diferença!

Home » Histórias de Transplantados » Três transplantes e uma vida nova! – Por Matheus Magalhães

Três transplantes e uma vida nova! – Por Matheus Magalhães

 
Bom, meu nome é Matheus, eu tenho 24 anos na data dessa escrita e eu nasci normal. No entanto, logo no começo de minha vida, meus pais perceberam que eu ficava muito cansado e indisposto.
Foi quando eu peguei uma bronquiolite, e ao ser levado ao hospital, vários exames foram feitos.
Meu quadro foi piorando e os exames mostraram que meu coração estava mais inchado que o normal.
Colocaram em mim um marca-passo e tentaram o tratamento por medicação, mas nada resolveu. Fui indicado então para o transplante de coração. Passei muito mal nesse meio tempo e finalmente quando eu estava quase fazendo 2 anos de idade fiz meu primeiro transplante (03/1995).
Minha infância foi normal, tive uma infância com alegria verdadeira, ainda com minhas restrições. O tempo passou e me vi piorando novamente, ficando cansado, retendo líquido. Meu corpo já não era mais o mesmo por dentro, e isso refletia por fora. Fisicamente eu estava pior, e minha aparência não escondia. Meus rins estavam piorando desde muito antes, mas na minha adolescência tudo ficou ruim.
Em 2014 em uma internação para tratar alguns desses efeitos e sintomas, fiquei muito mal, peguei algumas infecções e entrei na fila de (re)transplante de coração como prioridade. Eu já havia entrado e saído dessa fila algumas vezes antes dessa internação, mas dessa vez eu senti que estava mais sério a situação. Fiz meu transplante e a cirurgia foi um sucesso (07/2014). A recuperação, nem tanto. Passei alguns meses no hospital antes de ter alta. Saí com os rins à beira da falência e na fila para o transplante de rins. Fiz seis meses hemodiálise e fiz a cirurgia dos rins em Janeiro de 2015.
Segui com a minha faculdade um mês depois dessa última cirurgia, me formei e hoje sigo estudando para me aperfeiçoar e praticando natação. Permaneçamos fortes e que possamos perseverar!
Abraço a todos!
#transplantedecoracaoerim #doacaodeorgaos #vitória #superação #soudoadororg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *