Você pode fazer a diferença!

Home » Histórias de Transplantados » Meus filhos unidos pelo Amor e pela Doação – Especial dia das mãos – Por Deyse Franco

Meus filhos unidos pelo Amor e pela Doação – Especial dia das mãos – Por Deyse Franco

Meu nome é Deyse Franco, tenho 51 anos, sou mãe de 2 lindos e especiais filhos: Hugo e Laura Franco. Aliás, diria que fui escolhida para ser mãe deles. Engravidei da Laura aos 43 anos, a princípio foi um susto, encontrava-me na menopausa, mas a gestação foi linda e tranquila.

Ela nasceu aos 9 meses, uma linda princesa, foi para casa como sempre sonhamos, entretanto as coisas começaram a mudar e eu não me dava conta disso. Com o passar dos dias, a coloração da pele (icterícia), colúria (urina escura), acolia (fezes claras) e hepatomegalia (fígado aumentado). ALERTA AMARELO! Procuramos atendimento, porém não obtivemos sucesso no diagnóstico. Provavelmete a falta de suspeição dessa doença pelos pais e pelos serviços pediátricos não especializados resultam no diagnóstico tardio desses pacientes em todo o território brasileiro. Mas um anjo, o pediatra Dr. Antônio José, mudou toda a trajetória e a salvou, o diagnóstico chegou: Atresia de Vias Biliares (AVB). Infelizmente tardio e seu fígado já tinha Cirrose. Isso mesmo! Mas como???

Assim começa a nossa história de grandes lutas. Tomei consciência que não estava sozinha, conheci inúmeras mães de hospital (diversos casos). Diversas patologias, umas com cura, outros infelizmente não. São descobertas de valores, descobertas de grandes profissionais que amam o que fazem, grandes amigos, correntes de orações e uma grande família. Laura depois de se recuperar da primeira internação precisava de Tranplante Hepático antes de completar 1 ano de vida (precisaria receber um pedacinho do fígado de um DOADOR), eis que escuto a palavra DOAÇÃO.

Eu já era doadora de sangue há cerca de 15 anos, mas nunca estive ao lado de alguém que necessitava de um ato de solidariedade, de um ato de amor, de um ato de vida. Eu precisava salvar minha filha, alguém tinha que se colocar no meu lugar. Tantos questionamentos, tantas perguntas e me vejo perguntando e tentando entender a Doação que fiz por muito tempo, mas não conhecia a essência. Independente do meu momento, da minha situação ou da minha ligação com uma pessoa, eu posso fazer a diferença na vida dela e o melhor de tudo disso é saber o quanto me faz bem também. No hospital revemos valores, fazemos reflexões e enxergamos a vida sob outro olhar.

Eis que surgiu de forma voluntária um herói. Meu filho aos 19 anos resolveu ser o doador da irmã. A partir daquele momento, meus 2 filhos estariam ligados para sempre pela doação e pelo amor. Hoje sou mãe DOADORA, sou mãe de DOADOR, sou mãe de TRANSPLANTADA. O que isso quer dizer? Eu lhes dei a vida e eles devolveram-me, aliás, toda família renasceu, pois a alegria e a luz de Laura é contagiante. Agradeço a Deus por tudo!

A fila continua, crianças e adultos aguardam por um órgão!

Você pode ser um herói na vida alguém!
Sim, Você mesmo!

Informe-se! Existem várias maneiras e formas de Doar! Deixe a Vida Continuar!

#diadasmaes #doacaodeorgaos #mae #irmaos #doacao#transplantedefigado #transplantehepatico #transplante#atresiadeviasbiliares #avb #cirrosehepatica #cirrose #doeorgaos#salvevidas #sejaumheroi #avisesuafamilia #soudoador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *