Você pode fazer a diferença!

Home » Doação de Órgãos » QUEM DISSE QUE DOAÇÃO NÃO É ASSUNTO PARA CRIANÇA? – Por Priscilla Pignolatti

QUEM DISSE QUE DOAÇÃO NÃO É ASSUNTO PARA CRIANÇA? – Por Priscilla Pignolatti

Duas questões vêm à minha mente: Porque alguns assuntos não estão presentes nas escolas? Porque falar de doação de órgãos é sempre um tabu?

Nunca aprendi sobre isso na escola. Nunca nem foi citado este assunto em sala de aula ou palestras, sejam em escolas públicas ou particulares pelas quais passei.

Na minha casa já foi diferente, mesmo sem nunca antes pensar que eu precisaria de um rim para viver, me recordo ainda criança da minha mãe falando “se acontecer alguma coisa comigo, eu sou doadora!”.

Mas e as escolas? Porque nunca? Nunca li um livro sobre este assunto… É estranho e ao mesmo tempo assustador!

Como temos a intenção de mudar os números altos que temos hoje de negativas das famílias (43% das famílias dizem NÃO!) quando são abordadas sobre a doação de órgãos, se não levamos este assunto às escolas? Se não falamos sobre isto na base da educação brasileira.

E foi assim que nasceu o projeto do Livro Adorável Dora: um escritor chamado Marcelo Boanova Gianesi me convidou para escrever com ele com o seguinte discurso: “Eu acredito que falar de doação para crianças é o melhor caminho para que no futuro tenhamos adultos melhores.”

Adultos melhores! Isto ficou ecoando na minha cabeça. Porque as campanhas são sempre direcionadas para os adultos. Isto já está sendo feito. Mas novamente não estão olhando para elas: As crianças! E é através delas que podemos criar esta base para tratar este assunto sem tabus.

Uma criança que aprende sobre DOAÇÃO, em todos os aspectos, que a pratica no dia-a-dia com pequenos gestos de amor, que doa seu tempo e sente a dor do amiguinho e faz alguma coisa para melhorar o dia dele… Você acha que esta criança ao se tornar um adulto não levará em sua mente e coração este aprendizado? E tudo que feito naturalmente e recorrentemente, vira hábito.

Dora surgiu assim. Para falar de doação, e abordando o assunto acaba levando a lição não só para as crianças, mas, também para os pais das crianças.

E não é que fomos surpreendidos recentemente com a Escola Estadual Reynaldo Porchat em São Paulo? A aula de Português do 5º ano levou o tema à sala de aula baseado na Poesia da Dora que está na contracapa do livro. E um pequeno, mas grandioso passo foi dado: Questões sobre doação foram debatidas com os alunos.

Esta escola conta com o apoio do Instituto Ad Maiora que doou um livro Adorável Dora para cada aluno logo após a contação de história especial do Dia das Crianças que foi realizada no dia 11/10.

Levar o assunto às escolas é uma semente, que está sendo plantada agora. Precisa de tempo para ser germinada e conta com o apoio da LEI TATIANE (Projeto de Lei nr. 2839/2019 que justamente tem o objetivo de instituir o programa de ensino e conscientização sobre doação e transplante de órgãos e tecidos no currículo escolar acadêmico brasileiro).

Dois projetos que surgiram separados, mas que se complementam totalmente para disseminar essa conscientização e levar conhecimento às pessoas.

E, com isso, iremos enfim acabar com o tabu que permeia este assunto e as pessoas entenderão que a relação da doação de órgãos é com a VIDA.

#diadascrianças #semanadacriança #soudoador #soudoadororg #doeorgaos #salvevidas #sejaumheroi #avisesuafamilia #doação #doaçãodeorgãos #transplante #transplantados #educaçãoinfantil #adoraveldora #leitatiane #mec #ministeriodaeducação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *