Você pode fazer a diferença!

Home » Soudoador.org » OS BASTIDORES DA CRIAÇÃO DE UM LIVRO INFANTIL – Por Priscilla Pignolatti

OS BASTIDORES DA CRIAÇÃO DE UM LIVRO INFANTIL – Por Priscilla Pignolatti

Escrevi despretensiosamente um texto em 2018. Um leitor, do outro lado da tela, leu e emocionou-se. Esse leitor era também um atleta transplantado que participava dos Jogos Latino-Americanos para Transplantados e assim nos conhecemos.
Na Argentina, esse leitor viu crianças transplantadas nas competições e teve a ideia de criar algo para elas. Então, sentiu a necessidade de falar sobre a doação de órgãos.

Um mês depois da competição, uma mesa, no Café Havanna em um shopping de SP, testemunhou a conversa que selaria a parceria para o livro “Adorável Dora”. Um papel, ideias rascunhadas e uma certeza: Uma garotinha de 8 anos chamada “DORA” contaria toda a história.

Marcelo Gianesi, transplantado de medula óssea, foi o leitor que se emocionou com o texto de 2018, e eu, Priscilla, a convidada para participar desse projeto. Juntos passamos meses escrevendo, planejando, reuniões, cafés, almoços, ilustrações, capa, poesia, música, quais histórias contar e, principalmente, a hora de finalizar o livro.

Notamos que o assunto era mais amplo do que a ideia inicial de falar sobre doação de órgãos e medula: Inserir no coração da criança a sementinha da doação, qualquer doação! Simples atos que uma criança pode fazer em casa, na escola, com os amiguinhos: Ensinar a praticar a doação e a gratidão.

E assim, no “Setembro Verde” de 2019, a Dora nasceu como uma ferramenta de conscientização para o público infantil. Visitamos Escolas e ONGs e até, no Congresso Brasileiro de Transplantes de Órgãos, a Dora foi. Dora foi contada e cantada para várias crianças que com seus olhos atentos não deixavam escapar um detalhe sequer de cada palavra dita.

E a Dora continua frequentando escolas Brasil afora com iniciativas de professores especiais que percebem com sensibilidade como esse tema é importante já na 1ª infância.

O objetivo continua sendo incluir a Dora nas escolas como ferramenta de apoio à Lei Tatiane para que o tema esteja presente nas escolas de TODO o Brasil.

E hoje, no Dia Internacional do Livro Infantil reforçamos que é preciso dar um salto no processo de conscientização e isso somente será possível se estivermos aliados à Educação.

soudoador #soudoadororg #doeorgãos #salvevidas #sejadoador #avisesuafamilia #sejaumheroi #transplante #transplantados #doevida #gratidao #saude #livroinfantil #adoraveldora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *