Sou Doador » Blog » TRANSPLANTE QUE INCENTIVA MAIS TRANSPLANTES: A HISTÓRIA DE JÚLIA – Por Jamille Andrade e Randal Glauber

TRANSPLANTE QUE INCENTIVA MAIS TRANSPLANTES: A HISTÓRIA DE JÚLIA – Por Jamille Andrade e Randal Glauber

Nossa história começa com um café da manhã em família, numa manhã de sábado, percebemos a Julia com a fisionomia abatida, bem diferente do seu habitual. O momento de pandemia nos fez hesitar em procurar um hospital, mas precisávamos saber o que estava acontecendo.

Mal sabíamos que os cinco dias seguintes seriam os mais desafiadores de nossas vidas. Foi tudo muito rápido e intenso, entre os dias 10 e 15 de outubro de 2020 passamos pelo choque do diagnóstico, pela aflição da urgência do transplante de um fígado, pela ansiedade da lista de espera por um órgão e pelo sentimento de gratidão ao receber o SIM da família de um doador. Daí em diante, o dia 15 de outubro passaria a ter um novo significado para nossa família.

Sempre fomos uma família ligada ao esporte, há anos a ginástica artística e o triatlhon ocupam lugares especiais em nossa rotina e em nossos corações. Sentíamos que o retorno às atividades físicas faria bem a Julia e fomos procurar informações sobre transplantados que praticavam esportes.

Encontramos muita coisa bacana que relacionava esporte e pessoas transplantadas, entre as quais o projeto Sou Doador. Percebemos que era preciso falar mais sobre esse importante tema, a doação de órgãos.

Assumimos que a doação de órgãos seria um assunto permanente em nossas vidas, um novo propósito a defender. Por isso apresentamos a ideia de estampar a logo do Sou Doador em nossos uniformes da assessoria Triativo de Fortaleza, impactando primeiramente nosso círculo de amizades.

Estamos planejando outras ações que tratam sobre o tema, como corridas, palestras e lives. Desejamos tornar o dia 15 de outubro uma data simbólica para a doação de órgãos em nossa cidade.

Queremos fazer com que a experiência vivida com o transplante hepático da Julia possa reverberar por mais e mais famílias e que a decisão de ser um doador de órgãos seja naturalmente respeitada e tratada como um grande gesto de amor ao próximo.

Júlia tem 14 anos, é estudante e transplantada de fígado há 8 meses.

soudoador #transplante #digasim #sejadoador #doacaodeorgaos #soudoadororg #doeorgãos #salvevidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *