Sou Doador » Blog » PESSOAS TRANSPLANTADAS PODEM SER DOADORAS DE ÓRGÃOS? Por Jéssica Monique Bellini

PESSOAS TRANSPLANTADAS PODEM SER DOADORAS DE ÓRGÃOS? Por Jéssica Monique Bellini

A experiência de ser submetido a um transplante de órgão muda completamente a vida de qualquer pessoa. Por múltiplas vezes, o desejo de continuar essa corrente de amor ao próximo é muito grande. Contudo, pode uma pessoa já transplantada se tornar doadora de órgãos?

A legislação que regulamenta o programa de doação e transplantes no Brasil contém os critérios que são considerados contra indicações absolutas à doação de órgãos e tecidos e não traz o transplante prévio de órgãos como um deles.

Existe um consenso em não se retransplantar o órgão por alguns motivos como, por exemplo, a doença que o levou ao primeiro transplante pode prejudicar o novo órgão e, após o transplante, pode haver tecidos de cicatrização que normalmente se formam ao redor do órgão durante a recuperação da operação dificultando a técnica. Não existe uma legislação que regulamenta essa prática.

Entretanto, há descrições na literatura mundial de órgãos transplantados.

Em 2012 nos Estados Unidos, um homem de 27 anos recebeu um rim, mas teve que removê-lo duas semanas depois devido a sua patologia de base, esse órgão foi retransplantado em um outro paciente de 67 anos enquanto o primeiro retornou à diálise.

E se uma pessoa transplantada sofrer uma morte encefálica? Nesses casos as doenças de base e o uso de imunossupressores e outras medicações necessárias após o transplante às vezes inviabilizam a doação.

Na minha prática profissional como enfermeira da Organização de Procura de Órgãos, deparei-me com dois casos em que pacientes transplantados renais acabaram por falecer em morte encefálica, e suas famílias consentiram a doação.

Num deles a qualidade dos órgãos havia sido comprometida e a cirurgia de captação não pôde acontecer, no segundo caso a pessoa se tornou doadora de fígado.

Tornar-se um doador é uma oportunidade rara, mas se tornar um multiplicador da importância da doação e do transplante é passível de ser realizado por todos, você sendo ou não um transplantado!

Jéssica Monique Bellini é Enfermeira da Organização de Procura de Órgãos do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto – USP

soudoador #doacaodeorgaos #transplantedeorgaos #transplante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.