Sou Doador » Blog » UM CORAÇÃO PARA LOUVAR! – Por Ariadna Ferreira e Paula Trottmann

UM CORAÇÃO PARA LOUVAR! – Por Ariadna Ferreira e Paula Trottmann

Sentir o coração – quase – parar de bater… o próprio coração quase parar de bater. É assim que a Jaquilene descreve a fase mais aguda e angustiante de sua vida antiga e sua espera por um coração.

Então, quando a gente diz aqui que a doação de órgãos é sinônimo de vida, e VIDA NOVA, estamos falando de verdade mesmo, pra valer!

Consegue imaginar como é desejar ‘esquecer’ mais de duas décadas de sua vida? Imaginar a sensação de querer deixar toda a sua história para trás?

Esse é o sentimento que, por vezes, toma o coração da Jaquilene, que ganhou há mais de 4 anos um novo coração e uma vida completamente nova!

Ela nos contou que foi diagnosticada com miocardiopatia dilatada ainda muito nova, antes
mesmo de completar seu primeiro ano de vida, quando era apenas um bebê. Com o passar dos anos, sua condição foi se agravando, de forma que a ela passou a maior parte de sua infância, adolescência e início da vida adulta internada.

Em muitas oportunidades, inclusive, na UTI.

Mas, por mais que ela tenha enfrentado incontáveis batalhas pela sua vida, hoje ela é capaz de celebrar a sua vitória, e com louvor. Literalmente. Ela é cantora gospel e tem, inclusive, várias músicas autorais.

E para quem pensa que sua vida após o transplante é marcada ‘apenas’ por grandes conquistas – como o fato de ela ter se tornado cantora e compositora, a Jaquilene nos conta que uma das coisas que mais gosta de fazer em sua vida nova é passear pelas ruas do Recife e fazer comprinhas, além de tocar instrumentos.

Para ela – e para todo esse time aqui – a doação de órgãos é um ato de amor de todos os doadores de órgãos e suas famílias, que nos permitem não apenas sorrir, mas nascer novamente!

Jaquilene Marques tem 26 anos, é cantora e transplantada de coração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.