Você pode fazer a diferença!

Home » Coronavírus (NOVO) » NÃO TEMOS LEITOS PARA TODOS, FAÇA SUA PARTE – Por médico Pablo Py e Enfermeira Patricia Spies

NÃO TEMOS LEITOS PARA TODOS, FAÇA SUA PARTE – Por médico Pablo Py e Enfermeira Patricia Spies

Nunca pensei que deixaria de lado uma das coisas que mais amo fazer: meu trabalho como médico. Mas a escolha foi necessária nesse momento tão crítico, para prezar pela minha vida como transplantado. E é por isso que venho pedir nesse momento: pensem na vida de todos a sua volta!

Hoje nos vemos em um momento difícil, com necessidade urgente de mudança de hábitos e senso de responsabilidade por todos. É necessário se perceba que pequenas ações diárias, que podem não fazer grande diferença em seu dia-a-dia acabam resultando em uma maior ou menor sobrevida do outro que está mais frágil.

Pode ser só uma gripe para você, mas para a fatia mais frágil da população pode significar viver ou não. Empatia sabe, palavra tão atual e um dos sentimentos que contribui para salvar a vida de tantos transplantados. Hoje apelamos mais uma vez para empatia, não só por nós, mas pela parte da população que se encontra em risco: idosos, diabéticos, hipertensos, imunodeprimidos…ou talvez: seu avô, seu vizinho, o senhor da padaria da esquina, meu amigo de infância. São escolhas, não sempre fáceis, mas elas tem responsabilidade por resultados importantes futuros.

Sim, parece alarmisto. Mas eu garanto que não é, se não agirmos no início, escolhas ainda mais difíceis serão tomadas no futuro. Imagine um médico ter de escolher entre sua avó ou seu filho. Seu filho por ser mais novo, tem mais chance de sobreviver. O sistema de saúde não terá condições de abarcar todas as pessoas no momento de pico desta crise, então sua avó não terá leito de UTI, não terá acesso a um ventilador mecânico, poderá ficar sofrendo pela falta de ar causada pela doença.

Tenho certeza que ninguém gostaria de passar por essa situação, se você ainda dúvida que isso possa acontecer basta ler os jornais sobre a Itália, ler sobre a escolha de Sofia, com centenas de mortes ao dia, ainda sem ter alcançado seu pico de infecção, não existe leito para todos.

O que podemos fazer a respeito?

PARA O TRANSPLANTADO:
– fique em casa;
– use máscara, sempre que tiver algum contato;
– lave as mãos frequentemente ou use álcool gel;
– evite ibuprofeno e corticóides, eles aumentam a replicação viral;
– evite hospitais, vá apenas se sintomático;
– converse com seu médico;

PARA AS PESSOAS DE BAIXO RISCO:
– fique em casa;
– evite aglomerações;
– evite hospitais: vá apenas se sintomas graves, sintomas leves o isolamento é em casa;
– lave as mãos;
– evite deixar crianças com idosos;

QUAL A MENSAGEM MAIS IMPORTANTE?

Nosso sistema de saúde não esta preparado para esta pandemia, não temos leitos para todos, a internação média é 15 dias, e muitos precisam de ventilação mecânica, não temos ventilador para todos, não temos hospitais nem profissionais de saúde, para atender a demanda crescente,

NÃO SOBRECARREGUE O SISTEMA, PENSE NO
OUTRO, AJUDE, FAÇA SUA PARTE, FIQUE EM CASA.

#coronavirus #pandemia #empatia #todosjuntos #sistemade saúde #sus #conscientização #soudoadororg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *