Você pode fazer a diferença!

Home » Doação de Órgãos e Tecidos » ESPERA NA FÉ POR UMA NOVA DOAÇÃO E UMA NOVA VIDA – Poe Gisele Cordeiro

ESPERA NA FÉ POR UMA NOVA DOAÇÃO E UMA NOVA VIDA – Poe Gisele Cordeiro

Meu nome é Gisele cordeiro, tenho 35 anos, sou casada e faço hemodiálise há 7 anos. Minha história começa em 2013 quando eu estava grávida de 10 semanas. Era minha primeira Gestação. Tive alterações nos exames e fui encaminhada às pressas para um nefrologista que me diagnosticou com um doença renal crônica em estágio final. Foi um dia catastrófico para mim. Devido à gravidez era muito preocupante.

Minha Primeira sessão de hemodiálise foi no dia 27.11.2013. Eu acreditava e tinha fé que em alguns meses eu estaria boa e curada. Mas o tempo foi passando e quando tive a certeza que a doença era crônica decidi aceitar e enfrentar. Meu esposo sempre ao meu lado.

Com 16 semanas de gestação, tive um sangramento grave, e o feto morreu. Fiquei arrasada e quase entrei em depressão, porém, me apeguei a DEUS e coloquei no coração que seria melhor assim.

Em janeiro de 2016, recebi a ligação tão esperada me chamando para fazer o transplante. Fui muito confiante! Fiz o transplante e, depois de 85 dias de internação, voltei para casa sem o rim funcionando. Não foi fácil, chorei muito! Mais uma vez decidi me apegar a DEUS e aceitar que aquela era a vontade Dele a ser cumprida.

Na minha luta contra a Insuficiência Renal Crônica tive várias intercorrências. Fiz 2 fístulas (canal criado cirurgicamente com finalidades terapêuticas) para poder fazer hemodiálise e não tive sucesso, em uma delas quase morri depois de uma convulsão na hora do procedimento. Meses após o transplante mal sucedido, fui aconselhada a fazer CAPD (hemodiálise peritonial ambulatorial contínua) em casa. Fiz por 2 anos e depois de uma infecção voltei à máquina. Tenho um permacht (cateter de longa permanência implantado em uma veia de grosso calibre central) na perna e não tenho mais acesso à fístula.

Há 2 anos estou na máquina novamente.
Agradeço a cada sessão de hemodiálise que faço, pois conforme o tempo passa eu acredito que fico cada vez mais perto do meu transplante.

Espero em DEUS que um dia chegue a minha vez e alguém diga SIM para que eu possa beber água em abundância e ter qualidade de vida. DEUS está no comando da minha vida!

soudoador #doeorgãos #salvevidas #sejadoador #sejaheroi #avisesuafamilia #1salva8 #filadetransplante #doaçãodeorgãos #transplante #sus #sistemaunicodesaude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *