Sou Doador » Blog » SEMPRE EM FRENTE, NÃO TEMOS TEMPO A PERDER – Por Bárbara Mendes

SEMPRE EM FRENTE, NÃO TEMOS TEMPO A PERDER – Por Bárbara Mendes

Meu nome é Bárbara Mendes, tenho 29 anos e estou aguardando o “aval” da equipe de transplante em São Paulo para entrar na fila de tranpslante de pulmão.

Após conviver desde os 21 anos com uma doença autoimune chamada Behçet e a doença Fibromialgia, com a medicação diária, com os exames de controle, com os anticoagulantes e com toda a rotina de uma doença crônica, descobri mais uma nova situação que, até então, tornou-se o maior desafio e causa da minha vida: a DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica). Em estado avançado veio acompanhada de uma Hipertensão Pulmonar Secundária, isso me faz ter uma expectativa de vida de aproximadamente dois anos, e a minha única chance de sobreviver é por meio de um transplante pulmonar. Desde então, começou a corrida contra o tempo.

Sou de Belo Horizonte, Minas Gerais, e transplantes pulmonares não são mais realizados na minha cidade, as opções seriam outros estados. Mas de qualquer forma, precisei ser avaliada pela equipe do Hospital das Clínicas da UFMG para ser encaminhada para São Paulo. Estou bastante debilitada e a indicação do meu transplante é para ‘’agora’’ , mas existe um longo processo até ser chamada para o transplante. Estou aguardando a ligação para a minha primeira consulta em São Paulo e não vejo a hora de ouvir que estou na lista de espera por um transplante.

Sempre soube da importância da doação de órgãos e da necessidade de divulgação, porém ao sentir na minha pele a urgência do tempo, o número de transplantes realizados e a quantidade de pessoas que estão na lista de espera, senti a necessidade de dedicar-me e divulgar essa causa que já faz parte da minha vida!

Tenho fé que conseguirei realizar o transplante e com ele poderei fazer a viagens que tanto sonho, casar-me com a pessoa que amo e continuar meus estudos.

Uma vez transplantada, nunca me esquecerei das pessoas que estão nessa situação de espera e continuarei lutando para que mais pessoas tenham chance de poder ‘’Renascer’’. Esse é o meu grande sonho hoje e é por isso que tenho trabalhado e engajado-me.

Por mais difícil e angustiante que seja uma situação, sempre podemos seguir adiante com fé no futuro e trabalhando no hoje para que os caminhos abram-se para nós e para outros na mesma situação.

Bárbara Helena tem 29 anos, trabalha divulgando a cultura da doação de órgãos e na conscientização sobre doenças raras. Seu perfil no Instagram é: @lutecomoumagarotarara e seu canal no Youtube está neste link: http://bit.ly/Youtube_LuteComoUmaGarotaRara

lutecomoumagarotarara #eusoudoador #sejadoador #salvevidas #doeorgãos #simparadoação #avisesuafamilia #transplante #filadetransplante #fibromialgia #Behçet #sus #sistemaunicodesaude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *