Sou Doador » Blog » A FORÇA DO PEQUENO HEITOR – Por Katia Stevanatto

A FORÇA DO PEQUENO HEITOR – Por Katia Stevanatto

Heitor nasceu com uma cardiopatia grave denominada Atresia Tricúspide, que faz com que o átrio direito não se comunique com o ventrículo direito do coração. Operou com 25 dias de vida e ficou bem.

Com 1 ano e 5 meses, foi submetido a uma nova cirurgia programada, mas que não deu muito certo. Heitor ficou grave e daí vieram mais cirurgias para salvá-lo.

Teve que ficar em ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea), pois o coração não estava aguentando devido à pressão pulmonar alta. Perdeu o movimento do braço direito. Após a alta, Heitor teve um mal súbito, precisou ser internado novamente. Foi intubado, pois seu pulmão estava encharcado.

Com tantas internações, ele ainda não falava direito e não sabia andar. Ele era muito cansado, roxinho, preferia ficar sentado, deitado e dormir.

Então, os médicos resolveram que o coração do Heitor não aguentaria mais ser operado e por isso deveria entrar para a lista de transplante.

Não foi fácil para mim. Eu pensava nos riscos e nas possíveis lesões que mais uma cirurgia poderia apresentar para ele. Pensei em tudo, menos na vida normal que ele poderia ter.

Decidiram que Heitor teria que esperar pela chegada do novo coração internado, pois dependia de medicação intravenosa por 24 horas. Nessa internação, Heitor ainda sofreu uma parada respiratória. Vi meu filho morrer, lábios pretos e corpo roxo. Foi desesperador!

E no 1º dia útil do ano de 2021, o tão esperado coração do Heitor chegou. Nossa! Que explosão de alegria e que mistura de sentimentos!

Quando fomos ver nosso pequeno após a cirurgia, ele estava lindo demais, a cor dele não era mais roxa, os lábios estavam rosados, até o cabelo dele eu enxerguei mais bonito. Era outra criança, agora era o Heitor, confirmando o quão forte ele é.

Um mês após a cirurgia, estava falando e aprendeu a andar. Eu achava que meu filho sobreviveria depois do transplante cardíaco. Mas hoje eu desfruto do meu filho vivendo e vivendo bem, como uma criança normal!

Valeu a pena passar por cima do medo, da dor e dos riscos. Valeu a pena colocar minha fé em Deus e na capacidade que Ele deu aos médicos. Heitor ganhou um novo coração, e eu ganhei um novo sentido para minha vida.

soudoador #doacaodeorgaos #transplante

1 comentário em “A FORÇA DO PEQUENO HEITOR – Por Katia Stevanatto”

  1. HEITOR e um lutador por natureza. Nasceu com a missão de divulgar o poder de Deus sobre a vida de uma pessoa. Deus é o criador de toda a raça humana. Nem todos são iguais, mas todos tem o mesmo desejo. Conhecer sua origem, seu propósito de vida e o seu destino final. Assim como o HEITOR lutou e luta para viver, vejo como um paradigma do AMOR de DEUS para conosco. ELE não desiste de nos. Por mais que o desprezemos, ELE continua sendo DEUS e nos querendo ao seu lado. O sacrifício de JESUS CRISTO na cruz do calvário nos mostra isso. JESUS CRISTO nos quer ao seu lado na eternidade. O preço já foi pago por JESUS CRISTO – A cruz. Para cada um de nós só resta aceitá-lo e recebê-lo como nosso único e suficiente SALVADOR. JESUS CRISTO TE AMA. ACEITE-O.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.