Sou Doador » Blog » TRABALHAR COM CRIANÇAS PODE MUDAR AS ESTATÍSTICAS DA FILA DE ESPERA – Por Neli Junckes Welter e James André Welter

TRABALHAR COM CRIANÇAS PODE MUDAR AS ESTATÍSTICAS DA FILA DE ESPERA – Por Neli Junckes Welter e James André Welter

Sou a professora Neli Junckes Welter e, desde 2016, desenvolvo com meus alunos o projeto Doação de Órgãos durante o ano com a culminância na Feira do Conhecimento.

Esse projeto surgiu a partir de uma necessidade particular, quando em 2015, meu esposo recebeu a notícia que precisaria passar por um transplante de fígado. Vivenciando o dia a dia das pessoas que necessitavam de um órgão senti que precisava fazer alguma coisa.

Mas por onde começar? De que forma? Fiquei meses com isso na cabeça e com uma angústia no coração. Então, surgiu a ideia de trabalhar com meus alunos.

O principal objetivo deste projeto é, por meio do apelo das crianças, conscientizar as famílias e a sociedade sobre a necessidade da doação de órgãos. Os alunos se apropriaram dos diversos assuntos relacionados à doação e disponibilizaram-se junto com suas famílias a divulgar e expandir a nossa campanha.

Sigo firme com o projeto: o transplante é algo muito sério e necessário para que a vida continue. Ao falarmos de doação, não queremos falar de morte, mas sim de vida.

O que posso falar sobre minha experiência durante esses 7 anos trabalhando com o projeto é que se quisermos conscientizar as pessoas precisamos iniciar com as crianças.

Elas acolhem o assunto sem preconceito e levam para as famílias e demais pessoas de uma forma natural e muito leve.

Pois as crianças depois de apropriarem-se de tudo o que cerca uma doação de órgão, jamais cogitam não serem doadores e ficam indignados ao saber que alguém pode salvar vidas doando seus órgãos e não o faz.

Como alguém pode dizer N O para a doação? Os depoimentos das crianças são emocionantes e o depoimento de quem as ouve falar é ainda mais emocionante.

Precisamos que projetos sobre DOAÇÃO DE ÓRGÃOS se tornem disciplinas nas escolas e que mais e mais professores trabalhem com seus alunos esse assunto. Poderei compartilhar caso estejam interessados em conhecer o resultado do nosso trabalho.

Essa história está no nosso PODCAST SOU DOADOR (Spotify, Deezer ou Apple), vá lá escutar e se emocionar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.