Sou Doador » Blog » QUANDO COMECEI A CUIDAR DE MIM – POR INÊS COSTA

QUANDO COMECEI A CUIDAR DE MIM – POR INÊS COSTA

Durante muito tempo eu acreditava que essa história de autocuidado era bobagem, cuidar da alimentação, do corpo, da saúde mental, para que afinal? Esse era um pensamento lá da minha adolescência, eu vivia me comparando com todos a minha volta. Eu não sabia quem eu era, eu estava sempre com a cabeça cheia de pensamentos e não conseguia focar no presente.
Pois é, quantas mudanças, quantas viradas de chave! Quando eu entrei na terapia pela primeira vez, ouvi muitos dizerem: “Terapia é coisa de louco”, até eu vivenciar e entender que louco mesmo é quem não quer se conhecer, e não é à toa que eu sou psicóloga, terapeuta, facilitadora de consciência e uma viciada em autoconhecimento.
Talvez você se pergunte o porquê desse assunto por aqui, não é mesmo? É Porque além disso tudo, eu sou transplantada renal, e esse processo foi muito mais fácil de ser vivenciado por eu estar sempre em busca de mim, um mergulho interno buscando os fragmentos que eu mesma deixei se perder, acolhendo minha vulnerabilidade e acreditando na minha capacidade de passar por tudo o que estava acontecendo.
Muitas coisas precisaram acontecer para eu acordar e começar a me cuidar, mas hoje tudo acontece com muita naturalidade por eu ter me permitido olhar para mim com mais amor.
Meu convite a você hoje é esse, não espere as coisas acontecerem, não espere você estar pronto, pois por mais que você não acredite, você já está! Não espere chegar segunda-feira ou o primeiro dia do mês ou ano, simplesmente comece, se cuide, pois você é a pessoa mais importante da sua vida, valorize isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.